Dicas de prevenção de incêndio no ambiente de trabalho

A preocupação com a proteção dos funcionários vai muito além do cumprimento de normas e leis, sendo fundamental para garantir a segurança e produtividade de todos. Neste sentido, cada vez mais empregadores tem adotado medidas de prevenção de incêndio no ambiente de trabalho.

Para combater os riscos existentes no local, a empresa deve se preparar de todas as formas: de treinamentos e instalações equipadas à criação de comitês e cumprimento de normas. Por isso, abaixo, separamos algumas dicas que vão te auxiliar. Confira!

  • Mantenha o local de trabalho sempre limpo, organizado e com saídas livres;
  • Verifique se há líquidos inflamáveis no ambiente e, em caso positivo, trabalhe para que sejam estocados em local seguro e longe de fontes de calor;
  • Evite a sobrecarga de tomadas/equipamentos. Ou seja, opte por cabos e conexões seguras;
  • Realize manutenções periódicas nas instalações elétricas e nos sistemas de combate a incêndio;
  • Instale os extintores de incêndio em locais de fácil acesso e mantenha as áreas sempre livres;
  • Crie uma Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA);
  • Estabeleça e treina uma brigada de incêndio para agir em caso de emergência;
  • Sinalize as saídas de emergência corretamente.

Prevenção de incêndio no ambiente de trabalho deve ir além

Para garantir a segurança, bem-estar e produtividade de seus funcionários, muitos empregadores têm adotado medidas de prevenção de incêndio no ambiente de trabalho.

Além das dicas de ouro citadas acima, é importante que os empregadores tenham em mente que é preciso ir muito além. Capacitar e treinar a sua equipe pode ser crucial em caso de emergência e ajuda a evitar que os incidentes se tornem ainda mais severos.

Em linha com as dicas mencionadas acima, o primeiro passo para garantir a conformidade é contar com uma Comissão Interna de Prevenção de Acidentes, popularmente conhecida como CIPA. Se você trabalha em uma empresa grande ou indústria, certamente já ouviu falar sobre esse grupo.

Formada por profissionais que além de exercer a sua função laboral se comprometeram a cuidar e zelar pela segurança e saúde de todos os colegas de trabalho, a CIPA é responsável por identificar as condições do estabelecimento e os riscos iminentes. Todos os detalhes devem ser relatados e, posteriormente, medidas para solucioná-los ou minimizá-los devem ser solicitadas e acompanhadas pelos mesmos.

Além disso, é importante seguir as regulamentações. No que respeito à prevenção de incêndios, por exemplo, a Norma Regulamentadora 23 (NR 23) estabelece as condições de segurança necessárias para o combate e prevenção de ocorrências.  

Para cumprir as normas, as empresas precisam seguir recomendações básicas e que vão de encontro com as dicas acima. 

Por fim, recomendamos também que as manutenções, instalações de equipamentos e definição de materiais e sistemas de combate a incêndio sejam realizadas por profissionais capacitados e especializados. Dessa forma, é possível garantir muito mais segurança ao ambiente e, principalmente, aos funcionários.

Lembre-se: este não é o momento de economizar e, sim, de salvar vidas!

WhatsApp chat